Paleodiário

Artigo traduzido por Hilton Sousa. O original está aqui.

por Tony Deller

imagem24-01-2019-08-01-03 imagem24-01-2019-08-01-03[/legenda]

Minha bisavó Beulah morreu em 1981. Ele estava com 91 anos de idade.

Sua filha morreu em 1987, aos 74 anos de idade.

Meu avô Arthur morreu em 1985. Ele estava com 96 anos de idade.

Seu filho morreu em 1996, aos 79 anos de idade.

Meus bisavós viviam mais tempo, vida mais saudável, ao que parece, de seus filhos, ao contrário do que eu ouvi no noticiário ou ler o livro.

E este é o lado da minha mãe …

Os pais de meu pai foram menos afortunados, morrendo em 64 e 62 anos de idade.

Meus bisavós foram mortas no que poderia simplesmente ser chamado de “velhice”. Eles quebrou o quadril, apanhar uma pneumonia, e simplesmente não conseguia curar, como eles costumavam fazer.

Três dos meus avós morreram de câncer.

Minha mãe morreu de câncer de tireóide, que avançou para as metástases, na medula espinhal, quando ele tinha 61 anos de idade. Ela foi diagnosticada por volta de 1990, e ele foi viver com câncer por mais de vinte anos, a cirurgia, a radioterapia e a quimioterapia.

Na verdade, parecia-me que a geração dos meus pais, “Baby Boomers” vai ter câncer em mais de uma geração de seus pais. Quando eu olhar para esta, eu encontrei dezenas de artigos sobre estudos sobre este fenômeno, tais como este. E este. Para muitos deles.

O que eu descobri é que ele não é apenas o câncer. Parece que o ambiente que construímos em torno de nós ao longo dos últimos dois séculos é o envenenamento de muitas maneiras, mesmo quando nossos avanços científicos na medicina, que nos permitem lutar contra esses efeitos negativos.

Temos vindo a terraformação a Terra… em um lugar impróprio para a vida humana.

Este não é um pensamento original. A maioria de vocês já deve ter visto ou ouvido isso em outro lugar.

Permanece o fato: vivemos em um mundo de forma positiva, repleta de poluentes de muitos tipos são incontáveis e incontroláveis. Apenas um dos muitos milhares no processo que a nossa indústria utiliza, a perfuração é uma ameaça direta para nós e para toda a vida em torno de nós, mas temos de continuar a servir com freqüência cada vez maior.

Não apenas nosso corpo tem para se engajar na luta contra a nossa própria imperativo biológico que nos leva a quebrar como nós idade, mas também devemos evitar uma constante arma de veneno, artificial, radiação, e esses fatores são tecnológicas e culturais prejudiciais (como a síndrome do túnel do carpo ou estilo de vida sedentário).

Nós não só tem a maior incidência de câncer. E o total de mudanças nos estilos de vida, o aumento de consumo e de outros fatores, temos altas taxas de obesidade, ataques cardíacos e derrames. Condições neurológicas agudas, tais como a doença de Alzheimer está em ascensão. Endócrino problemas que ocorrem com mais freqüência, em muitos casos, provavelmente devido a poluentes químicos, como o Pcb, que entrar no nosso corpo, na maioria das coisas que comemos e bebemos.

Existe um cabo de guerra constante entre o lado intelectual da humanidade que, para saber quais são os problemas e está trabalhando para reduzir os poluentes, e uma parte da natureza humana que insistem em expandir por todos os meios possíveis.

O que podemos fazer para viver de forma saudável em um ambiente que projetamos para ser prejudiciais para nós mesmos? Como podemos envelhecer na Terra e precisamos ter certeza de que estamos no melhor forma possível?

imagem24-01-2019-08-01-03 imagem24-01-2019-08-01-03[/legenda]

Alimentos

As dietas radicais e moda são, muitas vezes, mais impulsionado pelo marketing do que de fato com base na ciência. Pensar sobre as grandes marcas, pessoas e livros best-sellers e jantares congelados no supermercado local. A maioria deles vendem o “melhor”. O fato é que nenhuma dieta é exatamente o melhor, porque o corpo tem a predisposição genética em sua composição e metabolismo.

Existem bibliotecas de pesquisa ao longo dos anos, por antropólogos, nutricionistas, biólogos, e todos os outros, que mostram como diferentes pessoas ao redor do mundo parecem viver de forma saudável e por muito tempo devido ao seu consumo culturais específicos de alimentos. Um deles é o conhecido “dieta mediterrânica”.

A melhor dieta não é uma dieta – é uma filosofia. Eu chamo isso de VAR: a Variedade e a Resposta.

O que isto significa é que, se comer uma grande variedade de alimentos e prestar atenção ao modo como nosso corpo responde a esses alimentos, podemos restringir a melhor dieta para nós mesmos. Isso vai depender de muitos fatores: a genética, o seu nível de atividade, o nível geral de estresse, o seu sistema imunológico e onde você mora (ou seja, o que está disponível para você realmente comer).

A única regra é que você faça o seu melhor para comer a maioria dos alimentos frescos, em vez de alimentos processados.

Para começar, você come de maneira diferente a cada refeição a cada semana, manter algumas notas sobre como você se sente depois de cada refeição e como você acorda no dia seguinte. Pode demorar uma semana ou um mês, para identificar o que o seu corpo prefere. Vá através de suas notas a cada semana, e fazer uma lista de alimentos que parecem ajudar seu corpo a se sentir melhor. Se algo faz você se sentir cansado, nervoso ou estressado, eles segui-lo e tentar certificar-se de que você comer cada vez menos das coisas, e com menos frequência. Nós não preciso cortá-los completamente da nossa dieta, apenas moderá mais.

Certamente existem alguns princípios, a dieta que funciona para a maioria das pessoas, tais como cetose, restrição calórica e jejum intermitente. Devemos prestar atenção a eles e usá-los como ferramentas em determinadas circunstâncias, mas não devem perturbar a filosofia do VAR.

Exercitar o seu corpo…

A atividade física de forma alguma, que o seu próprio corpo, que vai permitir, deve ser um hábito em sua vida diária. Se um de seus grandes amores na vida é já de longa distância, corrida, ciclismo, levantamento de peso, natação ou basquete, fazer todo o possível para continuar. Se você não tem um monte de vida física, tentar incorporar o movimento cardiovascular vigorosa por pelo menos 20 minutos por dia. Exercício proporciona grandes benefícios, e, contanto que você crie um hábito, você irá aumentar a expectativa de vida de até 3 anos ou mais, com base em um estudo de 2012 por Brigham e do Hospital Mulheres, afiliado com a universidade de Harvard e o Instituto Nacional de Câncer.

I; ” >/uploads/2019/01/imagem24-01-2019-08-01-03-2.jpeg” alt=”imagem24-01-2019-08-01-03″ largura=”616″ height=”347″ /> imagem24-01-2019-08-01-03[/legenda]

Lembre-se de fazer pausas e começar a abundância do descanso entre períodos de extremo esforço, e por alimentos (estilo VAR) suficiente para satisfazer os seus níveis de atividade. Seu corpo precisa de tempo para recuperar e reconstruir, e para forçar demais causar o acúmulo de dano não será reparado corretamente e pode resultar em problemas músculo-esqueléticos com a idade, reduzindo a qualidade de vida geral.

…e exercitar a mente.

Manter-se activo mental pode ser tão bom para você, a qualidade de vida como ela é tão antiga quanto, se não mais, do que manter-se fisicamente ativo.

Tente aprender algo novo todos os dias, ler, manter-se informado. Faça uma lista no início de cada novo ano para 12 novas habilidades você quer aprender o básico de uma língua, tal como tocar a guitarra ou o tricô, a codificação, C++, retoque de Photoshop, cozinhar. É, pelo menos, um novo livro a cada mês.

Manter todas as partes de si mesmo que participam regularmente, uma vez que a resolução desses problemas (quebra-cabeças, jogos) nas relações interpessoais (sair com os amigos ou reunir-se com colegas de trabalho).

Tome um momento para relaxar.

Em nosso mundo cada vez mais complexo, onde em qualquer momento, há pelo menos uma dúzia de trabalho, e as distrações todos competindo por nossa atenção enquanto somos bombardeados por informações que induz o estresse na mídia de tempos em tempos, nós precisamos estar na ofensiva, quando o caso é encontrar o momento de nos separar-se da doença.

“Relaxamento” significa coisas diferentes para pessoas diferentes. Simplesmente desconectar-se da tecnologia para um dia pode resultar em níveis menores de hormônios do estresse. Tentar fazer isso em um dos seus dias de folga, e ver como seu corpo reage. Fazer você se sentir melhor ou mais ansioso? Se você tiver efeitos negativos, este pode ser um indicador de sua vida pode ser um pouco irregular e você tem que gastar um monte de tempo algemado para o seu telefone ou computador. Devemos ser capazes de ficar longe da tela por algum tempo e não se sentir como se nós temos que punir.

Ao mesmo tempo, aproveitar as coisas boas que o nosso mundo moderno oferece, tentar viver como as pessoas fizeram 100 ou mesmo 200 anos atrás.

Muitos de nós temos em abundância em nossa vida do que nossos ancestrais nunca foram séculos atrás. Temos essas tecnologias que tornam a nossa vida mais fácil e produtiva, bem como o acesso a medicamentos e cuidados médicos que nos ajuda a evitar que o doente ou envelhecimento muito para desfrutar de vida, além dos nossos 50 e 60 anos.

Coisas que, em geral, eles são melhores em muitos aspectos.

Mas, agora, vamos ter efeitos negativos de antemão, o que é excessivo: nossa população é tão grande que a humanidade não é prejudicial para o planeta onde vivemos. Nosso negócio tem de produzir tanto para tantas pessoas que forças econômicas na utilização de grandes matrizes de produtos químicos em nossos produtos e alimentos. Nossa abundância está nos prejudicando.

Temos que trabalhar duro para tentar reverter grande parte dos danos causados a nós, em nosso mundo.

Como para os problemas que estão nos prejudicando, e nossos filhos, poderemos contrariar muitos dos seus efeitos colaterais são: Comer mais de uma variedade de alimentos naturais, não processados, preste atenção em como seu corpo reage a; permanecer ativo fisicamente e mentalmente; e reservar um tempo para permitir-lhes recuperar, no corpo e no espírito, de modo que você pode manter a conexão com o nosso mundo e as pessoas que mais gostamos, para contanto que possível.

Quais são algumas de suas próprias dicas sobre como viver uma vida mais longa? Vamos discutir nos comentários.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIETA DR. REY - CURSO 100% ONLINE

EMAGREÇA SAUDÁVEL
SEM FAZER LOUCURAS!

Tenha resultados e aprenda os segredos do Dr. Rey
para um corpo forte e uma saúde dos sonhos
close-link